Pular para o conteúdo
Voltar

Procon Estadual requer à Arsec cópia do processo de reajuste tarifário

Nova tarifa não pode vigorar este ano, mas pode ser aprovada para 2017.
Assessoria | Procon/Sejudh-MT

Tarifa de ônibus em Cuiabá pode subir mais de 16%. - Foto por: Foto por: Meneguini/GCom-MT
Tarifa de ônibus em Cuiabá pode subir mais de 16%.
A | A

Diante do anúncio de possível aumento na tarifa de ônibus da Capital, o Procon Estadual solicitou, nesta segunda-feira (12/12), à Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), cópia do pedido de reajuste e estudo tarifário protocolado pela Associação Mato-grossense dos Transportes Urbanos (AMTU).

De acordo com a superintendente do Procon, Gisela Simona Viana, a nova tarifa não pode vigorar este ano. No entanto, ela pode ser aprovada pela atual gestão municipal e aplicada em 2017.

Em 2016, o aumento da tarifa foi o mesmo do transporte intermunicipal, trecho Cuiabá-Várzea Grande. A intenção do órgão de defesa do consumidor é avaliar se os problemas verificados na planilha de cálculo do transporte intermunicipal também estão presentes na planilha do transporte municipal de Cuiabá. Dentre os itens questionados pelo Procon estão o valor do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) apontado pelos fornecedores; aumento da quilometragem percorrida; o valor da recauchutagem dos pneus e o valor das peças e acessórios.

“Na opinião do Procon Estadual, há indicação de custos inexistentes apontados pelas empresas. O consumidor não pode continuar pagando por um serviço sem qualidade e que coloca em risco sua segurança”, declara a superintendente.

Valores

O valor da tarifa de transporte urbano da Capital é definido pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), após cálculo que deve apontar o valor exato da passagem. Para 2017, os empresários estimam que o valor possa passar de R$ 3,60 (valor atual) para R$ 4,20. Isso representa um aumento de 16,6%.

Serviço

O Procon-MT atende na sede estadual, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos.

Nos postos de Ganha Tempo da Praça Ipiranga e do Várzea Grande Shopping, o atendimento ao público também é de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. No posto da Assembleia Legislativa (AL), o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 07h às 18h.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 3613-8500.