Pular para o conteúdo
Voltar

Serviços Essenciais lideram o ranking de reclamações do Procon Estadual

"Energia Elétrica" e “Telecomunicações” são as áreas mais reclamadas
Assessoria | Procon/Sejudh-MT

Sede do Procon Estadual, na Av. Historiador Rubens de Mendonça - Foto por: Solange Wollenhaupt/Assessoria
Sede do Procon Estadual, na Av. Historiador Rubens de Mendonça
A | A

O Procon Estadual, órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), registrou 2.380 atendimentos no mês de junho. Por meio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), foram 1.508 registros, enquanto pelo atendimento online (http://www.consumidor.gov.br), foram 872 reclamações em Mato Grosso.

No Sindec, o campeão de reclamações foi a área “Serviços Essenciais”, com 822 atendimentos. Liderando o setor, está a categoria “Energia Elétrica”, com 351 registros, seguido por “Água e Esgoto”, que teve 228 reclamações e “Telefonia Celular”, com 144.

Em segundo lugar, está a área “Assuntos Financeiros”, com 331 reclamações: 116 para a categoria “Banco Comercial”, 90 para “Cartão de Crédito” e 32 para “Cartão de Loja”.

A área “Produtos” ocupa o terceiro lugar do ranking, com 175 atendimentos, sendo 35 para “Telefone” (convencional, celular, interfone, etc.), 16 para “Artigo de Leitura” (jornal, revista, folheto, livro, etc) e 12 para “Produto de uso pessoal” (barbeador, depilador, secador, outros).

Já a área “Serviços Privados”, com 129 registros, está na quarta posição do ranking de atendimentos presencias, registrando 34 procedimentos para “Escola” (Pré, 1º, 2º Graus e Superior), 30 “TV Por Assinatura” (cabo, satélite, etc) e 14 para “Estabelecimento Comercial” (supermercado, loja, padaria, locadora, frutaria, etc.).

A categoria “Alimentos” aparece em quinto lugar, com 22 reclamações, seguida de “Saúde”, com 17 registros, e “Habitação” com 12 reclamações.

Integram o banco de dados do Procon Estadual os registros efetuados na sede do órgão e nos postos de atendimento do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, da Assembleia Legislativa (ALMT) e do Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping.

Atendimento online

Por meio da plataforma http://www.consumidor.gov.br, o Procon registrou 872 reclamações em Mato Grosso. A área “Telecomunicações” foi a mais demandada, com 371 registros. Em segundo lugar, estão os “Serviços Financeiros”, com 306 reclamações; e em terceiro “Produtos de Telefonia e Informática”, com 120 registros.

Na quarta posição da plataforma, está a categoria “Demais Produtos”, com 29 reclamações e, em quinto lugar, aparecem empatadas as categorias “Demais Serviços” e “Transportes”, com 14 reclamações cada. Em sexto lugar está a categoria “Produtos Eletrodomésticos e Eletrônicos”, com 13 registros, e na sétima posição está a área “Saúde”, com duas reclamações.

As categorias ”Turismo/Viagens”, “Educação” e “Alimentos” tiveram apenas um registro cada. As áreas “Água, energia e gás” e “Habitação” não tiveram reclamações registradas no mês de junho na plataforma http://www.consumidor.gov.br .

Serviço

O Procon-MT atende na sede estadual, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (do CPA), nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos.

No posto do Ganha Tempo da Praça Ipiranga, o atendimento ao público também é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e do Várzea Grande Shopping, das 10h às 19h. No posto da Assembleia Legislativa (AL), o atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones 151 ou (65) 3613-8500.