Pular para o conteúdo
Voltar

Educação: Servidor da Sejudh publica livro sobre alfabetização e letramento em unidade penitenciária

Sejudh

A | A

Será lançado oficialmente no final de novembro o livro 'Letramento na prisão?', de autoria do servidor da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Rowayne Soares Ramos. A solenidade acontece na sexta-feira (25/11), às 19h30, no Museu Histórico de Mato Grosso (Praça da República, nº 131, Centro).

Publicado pela editora Appris, o livro traz um olhar sobre a questão da reinserção social de pessoas privadas de liberdade por meio da educação. A obra propõe-se a reler o pensar sobre a Educação e as práticas de letramento e alfabetização de jovens e adultos em prisões do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), e se essas práticas de leitura, escrita e o fazer pedagógico de fato servirão para reinserir esses homens à sociedade.

O servidor, que foi diretor da Escola Penitenciária da Sejudh (2007 a 2009) e participou da elaboração do Plano Estadual de Educação em Prisões da Secretaria de Estado de Educação (2010 a 2015), explica que começou a fazer observações sobre o assunto desde que ingressou na carreira de agente penitenciário em 2005, mas só começou a escrever em 2011 e concluiu a escrita em 2014.

A ideia de produzir o exemplar surgiu quando ele concluiu seu Mestrado em Educação no final de 2012, por sugestão dos professores que avaliaram sua dissertação.

Formação

Rowayne Soares Ramos é mestre em Educação (UFMT), especialista em Linguística, Metodologia do Ensino e Gestão Pública e graduado em Letras (Univag). Atualmente, é professor universitário (FAUC/AUM) e profissional do Sistema Penitenciário de Mato Grosso, na carreira de agente penitenciário. É membro, também, do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Leitura e Letramento (UFMT).