Pular para o conteúdo
Voltar

Governo do Estado cria Grupo de Trabalho de Saúde e Segurança em Mato Grosso

Solange Wollenhaupt

A | A

O governo do Estado criou oficialmente nesta quarta-feira (04) o Grupo de Trabalho de Saúde e Segurança de Mato Grosso, através de portaria conjunta assinada pelas secretarias estaduais de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Saúde (SES), secretarias municipais de Esportes e Cidadania e de Saúde de Cuiabá, Ministério Público e Instituto de Pesos e Medidas (Ipem).

O objetivo do grupo é criar um projeto piloto do Sistema de Informações de Acidentes de Consumo em Cuiabá. O Siac foi instituído pelo Ministério da Justiça em setembro de 2013 (portaria publicada do Diário Oficial da União em 26/11) e receberá informações de profissionais da saúde sobre acidentes graves ou fatais ocorridos devido ao uso de produtos colocados no mercado de consumo.

A solenidade de criação do GT ocorreu durante a abertura do Curso de Formação em Defesa do Consumidor, promovido pela Escola Nacional de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, em parceria com o Procon Estadual. O evento acontece de hoje até sexta-feira (06), no Paiaguás Palace Hotel, em Cuiabá e reúne cerca de 70 agentes do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor da região Centro-Oeste.

Conforme a superintendente do Procon-MT, Gisela Viana, a intenção é que o grupo trabalhe de forma integrada. “Queremos criar um banco de dados e monitorar produtos que possam colocar em risco a saúde da população, para que eles sejam adequados ou retirados do mercado. No curso da Escola Nacional, também serão abordados temas sobre saúde e segurança, para capacitar os integrantes do GT”, explicou a superintendente.

O secretário adjunto de Justiça da Sejudh, Nestor Fidelis, pontuou que a criação do Grupo de Trabalho de Saúde e Segurança de Mato Grosso está sendo pensada há meses. “A intenção da Secretaria de Justiça e do Procon Estadual é avançar no trabalho de fiscalização. Somos o primeiro estado do Brasil a criar este grupo em parceria com uma unidade hospitalar, que é o Pronto Socorro de Cuiabá. Queremos, cada vez mais, garantir a segurança do consumidor.”

Para o diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, Amaury Oliva, a criação do GT é fundamental, pois hoje há no mercado uma série de produtos e serviços que trazem risco à população. “O Ministério da Justiça é parceiro do Estado de Mato Grosso. O Curso de Formação em Defesa do Consumidor tem o objetivo de capacitar técnicos em temas atuais e trabalhará dois eixos importantes, que são a saúde e a segurança do consumidor e a proteção do consumidor turista”, explica o diretor do DPDC.

Também participam do curso representantes das entidades que integram o Grupo de Trabalho de Saúde e Segurança de Mato Grosso, como Ipem e Vigilância Sanitária. Nos dois primeiros dias do evento, serão abordados assuntos voltados à saúde e segurança do consumidor, como a Política Nacional de Saúde e Segurança do Consumidor, aspectos normativos, perspectivas da Vigilância Sanitária e do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade, a atuação do Procon, a prevenção e a captação para os registros de acidentes de consumo.

Na sexta-feira, último dia do evento, serão tratados assuntos relacionados à proteção do consumidor turista, como a Lei Geral da Copa, os transportes aéreo e terrestre, a experiência da Câmara Técnica de Consumo e Turismo do Ceará e a elaboração do plano de trabalho do Comitê de Consumo e Turismo de Mato Grosso, entre outros.

Para mais informações, procure o Procon-MT pelos telefones 151 ou 3613-8500. E para formalizar reclamações, o órgão atende em sua Sede Estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, das 13 às 19 horas e no Posto de Atendimento do Ganha Tempo, de segunda a sexta-feira das 07h30min às 18h30min e aos sábados das 07h30min às 12 horas.