Pular para o conteúdo
Voltar

Justiça Comunitária: Sejudh oferta serviços para população de Sorriso

Assessoria

A | A

A Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) é um dos 87 parceiros do programa do Tribunal de Justiça de Mato Grosso intitulado ‘Justiça Comunitária’, que teve como sede da sua última edição a Escola Municipal Valter Leite, localizada no município de Sorriso (a 420 km ao norte de Cuiabá). Produtos das adjuntas de Justiça (Saju) e Direitos Humanos (SADH) foram disponibilizados para a população local.

“A participação da Sejudh no projeto por meio do Procon Estadual, da Superintendência de Políticas para Mulheres e do Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH) pode promover informações e orientações que não seriam possíveis de outra forma, uma vez que o serviço é levado a comunidade. De nossa parte uma das ações que mais chamou a atenção dos cidadãos foi uma palestra sobre a violência contra a mulher”, disse a superintendente de Políticas para Mulheres da Sejudh, Isabel Silveira.

De acordo com o coordenador estadual do Programa Justiça Comunitária, juiz José Antonio Bezerra Filho, a resposta da população demonstrou que o esforço conjunto sempre rende frutos. “Esse resultado maravilhoso só foi possível através do apoio da administração do Tribunal de Justiça, do comprometimento dos parceiros e da dedicação incansável do dr. Anderson Candiotto, juiz da comarca, que acolheu o programa com todo o carinho. É preciso acreditar que é possível fazer, pois o que vale na vida é isso, propiciar o bem. Nós começamos com apenas cinco parceiros, depois novas entidades e voluntários se juntaram ao programa e hoje temos mais de 80. Tudo isso com o objetivo de levar cidadania à população”, explicou.

O coordenador municipal do Programa Justiça Comunitária, juiz Anderson Candiotto, disse estar extremamente satisfeito com o resultado obtido. “Estou muito contente e satisfeito com o que conseguimos realizar. Nos preparamos para atender um mar de pessoas e esse mar veio. Segundo a Polícia Militar, mais de 15 mil pessoas. As entidades que estiveram no mutirão saíram realizadas, todos estão contentes e já querendo saber quando será a próxima edição. Posso anunciar que já estamos trabalhando com um calendário junto à coordenação estadual para que possamos realizar o próximo em breve”, afirmou.

Representando a Prefeitura de Sorriso, o vice-prefeito Ederson Dal Molin celebrou a vinda do mutirão para o município. “Certamente é uma das maiores mobilizações de pessoas da história de Sorriso. Mais de 80 entidades foram capitaneadas pelo Poder Judiciário de Sorriso e do Estado. Gostaria de agradecer à desembargadora Clarice, ao dr. Anderson Candiotto e ao dr. Antonio Bezerra pela mobilização e por fazer o bem. Hoje Sorriso planta uma grande semente para unir as pessoas em prol de ajudar os que mais precisam, trazendo cidadania e serviços de qualidade”, ressaltou.

*Com informações do TJ/MT