Pular para o conteúdo
Voltar

Portal consumidor.gov.br compara desempenho entre as empresas

Assessoria

A | A

Brasília – A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ) apresentou, nesta sexta-feira (10), a terceira etapa do serviço público consumidor.gov.br. A partir de agora será possível verificar e comparar os indicadores das empresas participantes, como os índices de solução, de satisfação, prazo médio de resposta e percentual respondido. O portal consumidor.gov é um espaço para solução alternativa de conflitos.

“A transparência proporcionada por essa nova etapa do consumidor.gov contribuirá para a competitividade e para melhorar o atendimento ao consumidor. Os indicadores permitirão comparar o desempenho das empresas participantes. Inauguramos hoje um novo ranking, o ranking dos melhores”, afirmou a secretária Nacional do Consumidor, Juliana Pereira.

Outra novidade no portal é o infográfico com dados sobre a quantidade de reclamações por região e unidades da federação, além da quantidade de usuários cadastrados na plataforma e o total de empresas credenciadas. Cerca de 28 mil consumidores estão inscritos e mais de 18 mil já registraram suas reclamações. Além das 181 empresas que já participam, outras 52 estão em fase de credenciamento.

Lançado em 27 de junho pela Senacon, o consumidor.gov.br está disponível para atendimento de consumidores de todo Brasil.

Para saber a lista de fornecedores que aderiram à plataforma, o consumidor pode acessar o portal e clicar no link Empresas Participantes.

Comitês técnicos: Nesta sexta-feira (10) também foram instalados os comitês técnicos que apoiarão a Senacon na gestão da plataforma. Compostos por representantes dos Procons e das empresas participantes, os comitês têm atribuição para discutir, avaliar e propor políticas voltadas à efetividade dos atendimentos e à qualidade da informação produzida.