Pular para o conteúdo
Voltar

Preços de ovos de Páscoa podem variar até 104%

Dominique Biancardini

A | A

O Procon Estadual realizou entre os dias 28 e 29 de março pesquisa de preços com o objetivo de informar ao consumidor que vale a pena pesquisar os preços antes de comprar os ovos de páscoa. Os preços dos ovos de páscoa e de caixas de bombons foram pesquisados em oito supermercados, localizados em Cuiabá e Várzea Grande. Foram encontrados produtos com preços que variam até 104%.

A maior diferença encontrada foi em relação ao Ovo Ferrero Rocher, de 250g, da Ferrero Rocher. Os preços constatados variaram entre R$ 24,90 e R$ 44,90. Destaque também para o Ovo Diamante Negro, de 215g, com diferença encontrada de 88,62%.

Em relação às caixas de bombons foram encontradas diferenças de até 80,16%, no caso dos Bombons Nestlé Especialidades e de 63,75% na caixa de bombons Garoto/bombons sortidos, de 400 g.

Baixe aqui a pesquisa

“Como ainda não existe regulamentação sobre a numeração de ovos de Páscoa e o respectivo peso, podem ocorrer variações até mesmo dentro da mesma marca, o que pode confundir o consumidor, além de pesquisar em mais de um estabelecimento, para economizar é fundamental que o consumidor faça uma comparação entre as diversas marcas e tipos de produtos ofertados” alertou o Gerente de Fiscalização e Controle do Procon-MT Ivo Vinícius Firmo.

Vale ressaltar que os itens avaliados não possuem um peso padrão, por isso é importante o consumidor observar o peso do produto e não o número. Ao comprar ovos para as crianças, atenção aos com brinquedos no seu interior, pois os consumidores acabam pagando mais caro pela mesma quantidade de chocolate, em razão do apelo infantil. O selo do INMETRO também deve ser conferido, isso possibilita que os brinquedos sejam vendidos conforme a idade da criança.

A pesquisa está disponível na sede do Procon Estadual e no site www.procon.mt.gov.br. Para simples consultas, reclamações ou denúncias, o Procon-MT atende em sua sede (Edifício Eldorado Executive Center, Avenida do CPA, 917 Bairro Araés - ao lado da Polícia Federal) e no posto de atendimento do órgão no Ganha Tempo (Praça Ipiranga, Centro)