Pular para o conteúdo
Voltar

Procon-MT alerta consumidores sobre riscos com superendividamento

Solange Wollenhaupt

A | A

O superendividamento é considerado hoje um problema comum nas sociedades de consumo. Por isso, o Procon-MT, órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), alerta os consumidores sobre os riscos em se contrair dívidas. Conforme a superintendente do órgão, Gisela Simona Viana de Souza, o superendividamento acontece quando uma pessoa física de boa fé não tem condições de pagar todas as suas dívidas com seu rendimento mensal sem comprometer o seu sustento e o de sua família. “Com o desenvolvimento de nosso país, as pessoas tiveram acesso fácil ao crédito para adquirir produtos e serviços. Com o bombardeio de ofertas, o consumidor passou a comprar de maneira excessiva e irrefletida”, alerta Gisela.

A gerente técnica, Marluce Pereira de Souza, explica que, visando conscientizar a população e evitar o superendividamento, o Procon-MT desenvolve ações, como o Mutirão de Combate ao Superendividamento, que consiste em intermediar condições para que o consumidor pague suas dívidas com o fornecedor. O Procon-MT também faz um trabalho de conscientização em Educação Financeira, por meio de palestras, com aplicação de planilha de orçamento doméstico e distribuição de material informativo sobre o tema. As palestras são destinadas à sociedade em geral e podem ser ministradas em escolas, faculdades, centros comunitários, igrejas, entre outros. Para agendar uma palestra, basta entrar em contato com o Procon Estadual pelo e-mail procon-mt@justica.mt.gov.br.

Nesta quinta-feira (10), o agente do Procon-MT, Maurel Castro de Amorim, ministrou palestra para servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) sobre o tema. “A Sefaz desenvolve o projeto “Vida Nova”, com funcionários que estão prestes a se aposentar. Nós falamos sobre o superendividamento e passamos dicas para os consumidores se livrarem das armadilhas do mercado de consumo e evitar que se endividem,” explica Maurel.

Confira algumas dicas do Procon-MT, selecionadas pela técnica Marluce de Souza, para evitar o superendividamento:

1- Não faça compras com fome. A tendência é gastar mais;

2- Compras de supermercado devem ser feitas pela mesma pessoa. Ela saberá o que é realmente necessário;

3- Opte por medicamentos genéricos. Eles são, por lei, 35% mais baratos;

4- Faça em casa alguns serviços, como pintura e hidratação de cabelos, por exemplo;

5- Fracione a lista de material escolar, pois o aluno não vai usar todo o material no início do ano;

6- Opte por programações com ingresso de valor reduzido. Cinemas e teatros fazem promoções durante a semana;

7- Ao adquirir qualquer produto ou serviço, exija sempre a informação sobre taxas de juros mensal e anual;

8- Pague em dia seu cartão de crédito e em seu valor total. Não financie a dívida;

9- Use apenas um cartão de crédito para controlar melhor suas despesas;

10- Não use o crédito do cheque especial como se ele fosse parte da sua renda.

Para mais informações, procure o Procon-MT pelos telefones 151 ou 3613-8500. E para formalizar reclamações, o órgão atende em sua Sede Estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, das 13 às 19 horas e no Posto de Atendimento do Ganha Tempo, de segunda a sexta-feira das 07h30min às 18h30min e aos sábados das 07h30min às 12 horas.