Pular para o conteúdo
Voltar

Procon-MT orienta consumidores sobre compra de brinquedos para o Dia das Crianças

Solange Wollenhaupt

A | A

Com a proximidade do Dia das Crianças, comemorado em 12 de outubro, o Procon-MT, órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), alerta para os cuidados que devem ser tomados na compra de brinquedos.

A superintendente do Procon-MT, Gisela Simona Viana de Souza, explica que verificar a procedência, se o brinquedo tem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a faixa etária indicada e se o produto é original são alguns dos cuidados que os pais devem ter para garantir a segurança do pequeno consumidor.

Observar se o brinquedo escolhido é adequado para a idade é importante, pois o produto pode conter pequenas peças soltas que podem ser facilmente engolidas por crianças abaixo da faixa etária indicada. O risco de uma criança engolir uma peça de brinquedo pode variar desde uma simples complicação digestiva até sua morte, explica Gisela.

Outro aspecto que deve ser verificado é a existência do selo do Inmetro ou de outro órgão de certificação, que é obrigatória para brinquedos destinados a crianças de até 14 anos. O selo pode estar impresso ou em etiqueta autoadesiva na embalagem ou afixado no brinquedo. Também pode estar em etiquetas de pano, como no caso de bichos e bonecos de pelúcia. Todo o brinquedo -nacional ou importado- deve ser certificado pelo Inmetro.

Comprar o brinquedo no mercado formal é uma atitude importante para garantir a saúde e segurança da criança. Além de garantir a troca em caso problemas com a qualidade do produto, o consumidor sabe que se trata de original. A aquisição de brinquedos falsificados ou importados de maneira ilegal é muito arriscada, pois eles não foram testados nem inspecionados.

"As informações sobre o fornecedor ou importador devem constar na embalagem do produto. Ao efetuar uma compra, os pais devem exigir a nota fiscal. E antes de comprar um brinquedo, é preciso pesquisar o preço, as formas de pagamento e as taxas de juros, pois existe uma variação muito grande de uma loja para a outra”, destaca a superintendente do Procon-MT.

Para mais informações, procure o Procon-MT pelos telefones 151 ou 3613-8500. E para formalizar reclamações, o órgão atende em sua Sede Estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, das 13 às 19 horas e no Posto de Atendimento do Ganha Tempo, de segunda a sexta-feira das 07h30min às 18h30min e aos sábados das 07h30min às 12 horas.