Pular para o conteúdo
Voltar

Setor de Água e Esgoto lidera ranking de reclamações no mês de maio junto ao PROCON Estadual

Dominique Biancardini

A | A

Segundo banco de dados do PROCON Estadual constante no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), no mês de maio foram instaurados o total de 1.567 (um mil, quinhentos e sessenta e sete) procedimentos, tendo o setor de serviços essenciais destacado em primeiro lugar em reclamações.

O setor de Serviços Essenciais foi responsável por (504) registros no órgão estadual de defesa do consumidor, mantendo-se na primeira posição do ranking, ficando (147) reclamações para água e esgoto, (143) para energia elétrica e (115) reclamações para telefonia celular.

Setor de Produtos ficou em segundo lugar com (399) reclamações, sendo (88) para aparelho de telefone, (32) para produtos de informática e (32) para móveis de quarto. Em terceiro lugar, ficou o setor financeiro com (314) reclamações, os bancos comerciais com (158) reclamações, (38) reclamações sobre cartão de crédito e (23) reclamações para cartão de loja.

Serviços Privados com (292) reclamações ficou em quarto lugar. O setor de eventos (Festas, Buffet, Formatura, Show e etc.) registrou (56) reclamações, os fornecedores de TV por assinatura com (54) e Informática com (44) reclamações.

O setor de saúde registrou (33) reclamações no PROCON-MT, ocupando assim, o quinto lugar do ranking. Já em penúltimo e último lugar, respectivamente, permanecem os setores de alimentos e habitação. Juntos, os dois setores apresentaram (25) reclamações no mês de maio de 2012.

Em comparativo ao mês de maio de 2011, foram registradas o total de (952) reclamações, o que demonstra aumento do número de consumidores que estão procurando o órgão para fazer suas reclamações.

“O aumento da demanda demonstra um público consumidor cada vez mais consciente de seus direitos, servindo de alerta para que os fornecedores cumpram a lei e, na hipótese de ocorrer problemas os mesmos devem procurar resolver junto ao próprio consumidor, a fim de evitar a ação repressiva do órgão fiscalizador, ressaltou a Superintendente de Defesa do Consumidor, Gisela Simona Viana de Souza”.

Para mais informações, procure o Procon-MT pelos telefones 151 ou 3613-8500. E para formalizar reclamações, o órgão atende em sua Sede Estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, das 13 às 19 horas e no Posto de Atendimento do Ganha Tempo, de segunda a sexta-feira das 07h30min às 18h30min e aos sábados das 07h30min às 12 horas.